VII Encontro de Pontos de Rede de PLE na Ásia 2022

Encontros de Pontos de Rede 2022 – 7º Edição. 25 e 26 de novembro – Macau, China

Convite à participação

A leitura no ensino de português língua estrangeira: práticas pedagógico-didáticas centradas no aprendente

Introdução

No final do Encontro de Pontos de Rede 2020, dedicado à reflexão sobre os efeitos da ainda atual pandemia no ensino de Português Língua Estrangeira, foi possível concluir que a nova realidade com que nos confrontamos tem constituído “uma oportunidade para rentabilizarmos e consolidarmos conhecimento já construído em torno, entre outros temas, das potencialidades das tecnologias digitais, de práticas colaborativas em Educação e de abordagens pedagógico-didáticas centradas no aprendente” (Canha, B. et. al., 2021)[1]. Retomando essa conclusão e procurando conferir-lhe expressão consequente, o EPR incidirá, em 2022, sobre o ensino centrado na pessoa que aprende e sobre o reforço da sua autonomia nesse processo de aprendizagem e de desenvolvimento pessoal (reservando para edições futuras uma atenção mais focada nos restantes temas identificados).

A esta área temática associamos ainda uma outra, a leitura, propondo-as como cúmplices. Reconhecida, descrita e oficialmente explicitada como dimensão nuclear de desenvolvimento em Educação em Línguas, a leitura em contexto formal de ensino/aprendizagem tem, simultaneamente, suscitado preocupações, dilemas, frustrações, por parte quer de professores, que a pretendem promover, quer por parte dos alunos, que são colocados perante o imperativo de responder às exigências da escola neste domínio. Como poderá a escola, ainda dominada por dispositivos (de avaliação, por exemplo) e esquemas organizativos (horários e tempos letivos, por exemplo) que tendem a normalizar as aprendizagens, apoiar e encorajar o desenvolvimento de um ato, essencialmente interpretativo, individual e íntimo? Como estimular o gosto pela leitura e as competências do leitor? A escola, na realidade, tem fomentado ou comprometido esse gosto e o desenvolvimento dessas competências? Que tipologias de textos deve acolher a aula de PLE, alargando a abrangência da competência leitora e promovendo o desenvolvimento do pensamento autónomo e crítico?

Assumindo-se como espaço de encontro entre profissionais comprometidos com a melhoria das práticas de ensino do PLE e de partilha de experiências de investigação e de intervenção nesta área, a comissão organizadora do EPR 2022 convida todos os colegas dos pontos de rede do ensino da língua portuguesa na Ásia e Oceânia a contribuir para a reflexão sobre a problemática aqui esboçada.  Dadas as alterações necessárias ao ajustamento do EPR à estratégia dinâmica do combate à pandemia em Macau, a data preferencial de submissão das propostas de comunicação passará a ser 28 de outubro com prorrogação eventual até 4 de novembro.  Deverá enviar as suas propostas de comunicação na ficha em anexo, remetendo-as para o email pontosderede.macau@ipor.org.mo. As comunicações deverão ser enquadradas nos eixos temáticos que a seguir se enunciam:

Eixo 1. Géneros e tipologias textuais: abordagens didático-pedagógicas

Eixo 2. O texto literário – como o tratar sem o destratar?

Eixo 3. Competência leitora e desenvolvimento do pensamento crítico, independente

[1] Canha, B. et. al. (Eds.) (2021), Encontro de Pontos de Rede. Desafios e Contingências no Ensino do PLE: Gerir a Adversidade Repensando o Futuro. Macau, Instituto Português do Oriente: 17  

As propostas de comunicação

– título e eixo temático;

– texto-resumo da comunicação (até 2000 carateres, com espaços, excluindo bibliografia);

– até 4 palavras-chave;

– nome do(s) autor(es), filiação académica (se aplicável) e áreas de interesse em atividades de investigação. Para gerirmos as diferenças de fuso horário na organização do programa, no caso das participações por videoconferência, solicitamos também o favor de nos ser indicado o país a partir do qual considera intervir.

Recomendamos que as propostas sejam enviadas em documento “word” e letra “Times New Roman”, tamanho 12.

Para as comunicações, os participantes deverão contar com um tempo de exposição idealmente até 20 minutos, seguido de debate plural. Faremos os possíveis para que, pelo menos os participantes de Macau, Hong Kong e China continental possam estar presencialmente nos trabalhos; no entanto, tal dependerá de fatores alheios à organização, pelo que se recomenda que os colegas procurem obter informação mais concreta relativa às autorizações de viagem  junto das autoridades da sua região. A edição deste ano aceitará participações presenciais e por videoconferência.

O programa definitivo será divulgado oportunamente.

Contamos com a vossa presença, física ou virtual.

Votos de bom trabalho e até novembro.

Em anexo, encontrarão a ficha de inscrição.

A Comissão Coordenadora do EPR2022,

bursa escort bursa escort bayan istanbul escort mobil porno izle şişli escort escort bayan izmit temp mail sıra bulucu şişli escort anadolu yakası escort ümraniye escort ataşehir escort kartal escort bursa escort escort bursa escort bayan görükle escort eve gelen escort temp email beylikdüzü escort izmir escort porno izle bursa escort www.alcary.com istanbul eskort ümraniye escort film izle